fbpx

Expressões antigas têm seu lugar no vocabulário de qualquer pessoa descolada. Mas se você usar as gírias atuais, essa, sem dúvida, será a maneira mais eficaz de expressar sua ideia. Talvez porque muitas delas já venham acompanhada do meme na nossa mente geek, não é mesmo? 

Vai dizer que quando você solta um “what the fuck” bem-mandado não vem logo a cena do Jackie Chan segurando a cabeça claramente indignado? Pois é, jovem! Quem diria que a humanidade começaria a se comunicar através de meme da internet. 

Mas para entender o que a galera anda falando, você tem que estar por dentro das gírias atuais. Então, se quer saber mais, acompanhe a leitura para tornar-se um expert no assunto!

O que são as gírias e como ficam famosas?

A gíria é usada para simplificar alguma palavra ou expressão, geralmente, relativa a piadas internas ou ao uso regional. Sabe quando você e seus amigos criam uma palavra para descrever o quão bêbado vocês estão? É assim que se nasce uma gíria!

Elas podem ficar famosas depois que alguma personalidade fazer um storie usando alguma gíria ou virando meme nas mãos de um troll qualquer. 

Quais as gírias atuais mais [email protected]?

É necessário renovar o vocabulário das gírias, galera! Por isso, vamos mostrar como usar e alguns exemplos para ninguém correr o risco de ficar com cara de paisagem sem entender nada da conversa.

Ranço

Ranço é o mesmo que “antipatia” nos anos 90, quem lembra?! A gente usa quando tá de saco cheio de alguém e tudo que a pessoa faz parece não ter graça alguma e apenas a existência dessa pessoa te incomoda. 

Tá na Disney

Significa “tá viajando” ou “tá pirando”. Tipo quando a galera vai pedir a sétima saideira, você pode dizer: “esse malandro ‘tá na disney’ que ele ainda aguenta beber mais”, sacou?

Deus me livre, mas quem me dera

Essa gíria é ótima para expressar aquela sensação de “quero, mas não posso”. Por exemplo: quando você está de dieta, tranquilamente rolando sua timeline e aparece um vídeo com uma receita daquelas bem gordurosas, praticamente um enfarto gourmetizado. Aí você pode usar “deus me livre, mas quem me dera” poder comer isso. 

Cê é o bichão mesmo, hein doido?

Quem cunhou essa pérola da literatura brasileira foi um rapagote que, ao ser preso, ficou muito admirado com o repórter que operava a filmadora e ao mesmo tempo fazia a entrevista. Então, se você conhece um malandro, pode falar isso daí para ele. 

Crush

Crush é o “paquera” da época da sua mãe e “flerte” dos tempos da sua avó. É um empréstimo importado do Tinder, você sabe muito bem do que estamos falando, né safadenho?

Shippado

É o trabalho de Santo Antônio depois do MBA. Juntar as pessoas, entende? Mas o que era antes bem romantizado e milagroso, agora é eletrônico e moderno. Então, um casal shippado é um casal que teve torcida para que ficassem juntos, sacou? 

Aprendeu muitas gírias atuais, hein? Agora pode começar a usá-las, mas não esqueça de sempre inserir uma gíria idosa como “supimpa”, “broto” e “batata” no meio das frases para dar um ar meio tiozão vintage no seu vocabulário.

Se curtiu o nosso texto, vai gostar também deste outro artigo onde falamos sobre o final de Game of Thrones, aposto que vai adorar! Até mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tempo excedido. Complete o captcha novamente.

Increva-se na Newsletter

Increva-se na Newsletter

Dicas e curiosidades do mundo geek e até do "normal"
E isso tudo de "GRÁTIS"

Seja bem vindx ao mundo Troll

Pin It on Pinterest